Essa foi a 1ª mensagem postada no Blog encorajamento no dia 28/08/2006




Letra da música “Reconstruir” - Cantora: Eyshila

Tenho uma tarefa a cumprir
Já determinei em meu coração
Tenho muros pra reconstruir
Dessa obra eu não abro mão
E como Neemias eu hei de romper
As barreiras e seguir
Debaixo da proteção do meu Deus
Eu sei que eu vou conseguir
Reconstruir meus sonhos
Reconstruir corações
Edificar os muros destruídos pela dor
Reconstruir famílias
Reconstruir o amor
Segundo a boa mão do meu Senhor

----------
Retire os entulhos e aí depois RECONSTRUA a obra antes destruída 

1º passo: comunhão individual com Deus

Através da nossa comunhão com Deus, obtemos a percepção necessária para compreender as dicas que o Espírito Santo nos dá, para entender como e quando agir em prol de qualquer coisa na nossa vida. Assim, tudo quanto nós fizermos, saberemos se fizemos sob a ordem do Senhor, ou por conta própria, pois o próprio Espírito Santo nos revelará.

- Orar incessantemente para que Deus te conceda uma intimidade profunda com Ele.

- Meditar na Bíblia, nem que seja no banheiro, na condução, etc. Para começar, sugiro que leia o livro de Neemias, e faça algumas anotações, pois ao fim delas, você se perceberá como Neemias, e entenderá o que fazer diante da reconstrução dos valores perdidos em sua família, de forma geral. Estarei meditando nele também, por esses dias.

- Jejum pelo seu próprio fortalecimento espiritual, pois a partir daí que Deus vai mostrando passo a passo o que fazer relacionado às questões a serem resolvidas.

- Ouvir músicas que alarguem sua capacidade de adorar a Deus. Assim como a nossa fé vai sendo aumentada cada vez que a gente ouve a Palavra de Deus, testemunhos de edificação, etc, nosso coração é motivado a buscar mais a presença de Deus quando o adoramos através dos louvores entoados.

- Construir amizade com pessoas que nos incentivem a buscar mais as coisas de Deus, e que nos permita incentivar, pois essa troca “incentivar e deixar-se incentivar”, é essencial para o nosso crescimento.

2º passo: reconhecimento
Sair do que parece cômodo, por fazer parte do costume, e reconhecer onde estão as brechas.

O inimigo só age na nossa vida quando deixamos brechas abertas, ainda que pequenas, porque sem percebermos ele vai alargando-a e sem nos perguntar se pode entrar, e quando percebermos ele já fez a bagunça dele.

Quando fazemos como Davi, reconhecendo os nossos erros, nos esforçando para não cometê-los de novo, o Senhor se compadece de nós sobremaneira. Isso se chama quebrantamento.

Contudo, se acharmos que o fato de sermos cristãos nos isenta de cometer erros, estamos abrindo uma grande brecha. Se engana quem pensa que o diabo só faz arruaça na vida do ímpio. Ele age onde encontra oportunidade.

3º passo: atitude

Tendo reconhecido quais os entulhos do desabamento, ou a poeira que cega os olhos, devemos fazer uma faxina usando o aspirador de pó, que é o direcionamento que o Espírito Santo nos dá, e não a vassoura, que é a nossa ação por conta própria, sem a ordem do Espírito Santo.

Não se tira os entulhos de uma só vez, porque além de pesados, uns são pontiagudos e outros quebráveis. A faxina acontece gradualmente e ao Identificarmos um entulho, devemos tirá-lo com cuidado e sabedoria.

Estar preparado para a fúria de Satanás, já que fazemos parte de um exército disposto a impedir as ciladas dele de destruição. Contudo, se estivermos firmes no Senhor, não temeremos sabendo que o Deus Todo-poderoso está nos guardando.

4º passo: a reconstrução vem após a retirada dos entulhos

Ninguém constrói uma casa sem antes retirar os entulhos do terreno e depois fazer o alicerce. Existe momento para tudo, por isso além de paciência, deve haver persistente.

Não será fácil, mas se estivermos com o nosso objetivo focado nessa reconstrução sobre a direção de Deus, Ele nos dará a devida sabedoria.

5º passo: Saber qual a sua função específica, nesse processo de reconstrução

O capítulo 4 de Neemias diz o nome e a função de cada pessoa no processo de reedificação dos muros. Cada um de nós devemos saber qual a nossa função, qual o novo alvo a ser cumprido nessa obra, contudo, só o Espírito Santo pode dar esse direcionamento.
  
Obs: Esses muros só podem ser reconstruídos se permitirmos que Deus seja o Engenheiro da obra, pois assim, eles ficarão perfeitamente alicerçados e não serão derrubados novamente. O preço da reconstrução é a nossa obediência, e nós mesmos somos os pedreiros, porque Ele nos ensinará a colocar cada tijolo. 



Postar um comentário