Música gospel para todos os gostos

Acho super engraçado que muitos criticam os demais estilos mesmo no meio gospel: O que gosta de “corinho de fogo” diz que Deus não se agrada do “rock gospel”, o que gosta do “rock gospel” diz que Deus não se agrada do “sertanejo gospel”, aí o que gosta das músicas “clássicas gospel” dizem que as modernas não agradam a Deus porque investem mais na harmonia para fazer sucesso, e por aí vai. Será que Deus é um Deus de confusão? Ele fala com todos mas para cada um Ele diz uma coisa diferente só para agradar, ou será que Ele é sim sim não não? A diversidade musical é uma forma de agradar o gosto de todas as pessoas, já que Deus não fez toda a humanidade igual. Já pensou se todos fossem iguais e tivessem os mesmos gostos? A harmonia musical tem a ver com o estilo de cada pessoa, assim como o tipo de roupa, de comida. Cada região costuma ter um estilo musical. O que vai importar na verdade é em que aquela música interfere na vida de cada pessoa.

Em outubro de 2005 eu e umas amigas viajamos para o município de Armação dos Búzios / RJ, região dos lagos, e em um dos dias no final de semana foi realizado um culto ao ar livre onde vários cantores solo e ministérios de louvor tiveram a oportunidade. Deram a oportunidade para o cantor PG. Na mesma hora eu e minha amiga combinamos de ir lanchar, porque passou pela nossa cabeça que o estilo musical “roqueiro” em nada nos acrescentaria, e que nada perderíamos saindo dali. Quando já estávamos um pouco distante do palco, ele começou a ministrar de uma forma que nos chamou a atenção. Ele começou a ser poderosamente usado pelo Senhor para falar diretamente a jovens que estavam tentando se libertar das drogas mas que não estavam conseguindo. Ele testemunhou que um dia esteve nessa situação e que Deus mudou sua história, deu-lhe uma família abençoada e a oportunidade de abençoar outros jovens que passassem pela mesma situação. Quando eu ouvi isso, imediatamente eu disse a minha amiga: “Amiga, olha só o que esse cara está falando ! Nunca vi ninguém ministrar assim. Vamos voltar agora pra lá, porque daqui eu já estou sentindo a presença de Deus, e não quero perder nenhum minuto dessa ministração. Estou até me sentindo envergonhada pelo que criticamos”. Voltamos para lá e depois do apelo ele pediu que a multidão ali presente deixasse um espaço livre no meio em direção ao palco, para que se achegassem os jovens desejosos em ser libertos pelo Senhor. De repente 1, 2, 3, muitos jovens começaram a se achegar ao palco desejando libertação das drogas para serem livres em Jesus. Fiquei boquiaberta. Ali eu entendi que verdadeiramente Deus usa quem Ele quer como quer, na hora que quer. Literalmente desprezamos um homem de Deus apenas por ele ter um estilo diferente do nosso. Estilo não define caráter nem revela o interior de ninguém. Não é a cor do fio de cabelo que vai dizer se uma pessoa tem ou não a presença de Deus, mas se a forma que essa pessoa vive. É a busca pelo conhecimento da Palavra de Deus e da prática pelo mesmo é que vai fazer toda a diferença. Deus permitiu que tivéssemos essa experiência para que descobríssemos isso. Quando a cantora Nívea Soares foi chamada, eu e minha amiga ficamos satisfeitíssimas de forma que nos sentimos complementadas com toda a programação que estava sendo realizada ali. A presença de Deus era notória e o Espírito Santo muito falou ao nosso coração, especialmente no que se refere ao julgamento pelo que vemos carnalmente. Pedimos perdão e as lágrimas insistiam em descer e coisas profundas foram reveladas pelo Espírito Santo. Só queríamos a Sua maravilhosa presença, nada mais.

Autoria: Juliana do N. Meni
Em 04/07/2009


** ESSAS FOTOS SÃO DO SITE OFICIAL DO PG ** No dia a minha máquina deu tiuchiu e não consegui registrar. rsrs




Postar um comentário