Não vos preocupeis com o dia de amanhã



Mateus Capítulo 6 Versículo 34. (Tradução King James Atualizada)

“Não vos preocupeis com o dia de amanhã...” 

Uma certa tarde em uma praça bem tranquila  estava em cima de uma arvore dois pássaros. Ali eles observavam um homem que estava muito preocupado. Um pássaro perguntou para o outro, por que será que ele esta assim tão preocupado? O outro pássaro respondeu: deve ser porque ele não tem um Deus como o nosso.

Em Mateus 6:25-26 diz assim: Portanto, vos afirmo: não andeis preocupados com a vossa própria vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que as roupas?

Contemplai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem armazenam em celeiros; contudo, vosso Pai celestial as sustenta. Não tendes vós muito mais valor do que as aves? 

A palavra de Deus também diz: Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? (Romanos 8:32)

Você está preocupado?
Acredito que depois do que a palavra de Deus acabou de nos afirmar, eu não precisaria dizer mais nada. Não é?

Mas neste momento eu quero te fazer a mudar essa situação. Em vez de você ficar preocupado, perdendo a sua paciência, saúde e até mesmo descontando em quem esta a sua volta, transforme a sua preocupação em uma lista de oração.

Vamos lá...

Faça uma lista das suas preocupações.
Peça a Deus que trabalhe nessas situações que o preocupa.
Ore especificamente por suas necessidades.
Confie em Deus e lembre-se dos versículos acima.

Agora lembre-se: O que se tornou motivo de oração, não deve ser motivo de preocupação.

Tenha um dia abençoado, regado de muita oração! 


De joelhos – Rafaela Pinho

De joelhos estou, mais uma vez
De joelhos, Senhor
Neste Teu santuário de paz
Venho aqui te pedir, mais uma vez
Me ajuda, Senhor
Me ajuda a vencer todo mal,
Esse mal que me afasta de ti,
E que me faz passar tantas noites sem dormir
Me devolve o sono, Senhor
Me concede a paz, Tua paz
Me concede a paz

Quantas vezes eu quis ouvir Tua voz
Mas não pude, Senhor
Eu estava ocupado demais
Quantas vezes lembrei do Teu amor
E chorei, Senhor
Pois nas garras do mal eu senti
Quão distante eu estava de ti
Quanto eu precisava sentir o Teu calor
Sei que podes curar-me, Senhor
Me concede a paz, Tua paz
Me concede a paz


Postar um comentário