Enfrentando a decepção


2 Coríntios Capítulo 4 Versículos 8-9.
Por: Joyce Meyer / BLOG PALAVRA DO DIA 

“De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.” 

Todos nós ficamos desapontados quando temos um plano e ele falha, ou uma esperança que não se materializa, ou uma meta que não alcançamos. Quando as coisas não acontecem, ficamos tristes por um tempo, e isso pode nos levar à depressão se não lidamos com a situação devidamente.

É nesse momento que precisamos decidir nos adaptar e ajustar, adquirir uma nova abordagem, simplesmente seguir em frente apesar de como nos sentimos. É então que devemos nos lembrar de que temos o Grandioso habitando em nós, e por isso não importa o que aconteça e o que venha nos frustrar, ou quanto tempo leve para os nossos sonhos e metas tornarem-se realidade, não vamos abrir mão deles nem desistir só por causa das nossas emoções. É então que devemos lembrar algo que Deus me disse em um determinado momento: “Quando ficar desapontado, você poderá sempre decidir começar de novo!”.

A decepção geralmente nos leva ao desânimo, que nos deixa ainda mais por baixo. Como é desencorajador e desalentador vermos aquilo que amamos ser destruído sem razão pelos outros, ou pior ainda, por causa da nossa própria negligência e fracasso.

Não importa como tenha acontecido ou quem seja o responsável, é difícil continuarmos quando tudo com o que contávamos cai por terra ao nosso redor. É nesse momento que aqueles entre nós que possuem o poder criativo do Espírito Santo em seu interior conseguem ter uma nova visão, uma nova direção, e uma nova meta para superar a força que nos leva para baixo com a decepção, o desânimo e a destruição.

Letra "O nardo" - Trazendo a Arca

Sobre os cansados e sobrecarregados
Sobre os aflitos e amargurados
Sobre os enfermos, feridos de alma
Faz descer o nardo

Faz descer o nardo
O nardo, o nardo (2x)

Sobre os que choram, os abandonados
Sobre os cativos
Sobre o solitário
Sobre o fracassado, o dilacerado
Faz descer o nardo

Faz descer o nardo
O nardo, o nardo (2x)

Pra tirar a dor
Pra fechar o corte
Pra banhar a alma
Fazer o fraco forte
O nardo que exala
Pra tirar o cheiro da morte

Faz descer o nardo
O nardo, o nardo (4x)

VÍDEO

Postar um comentário