Seja sábio ao falar com sua esposa



Normalmente, as mulheres são consideradas complexas, detalhistas, vulneráveis e, por isso, entre outros motivos, os homens costumam dizer que não conseguem entendê-las facilmente. Há quem diga que elas conversam com o objetivo de criar mais intimidade com o parceiro, enquanto a maioria deles tem apenas a intenção de transmitir o pensamento com clareza e simplicidade e, dessa forma, se iniciam as brigas, onde tudo o que é dito pode tomar grandes proporções.
Toda mulher tem a necessidade de expressar seus pensamentos e ser compreendida, muitas vezes apenas escutada. De acordo com a ciência, elas são muito diferentes dos homens, por usarem acentuadamente o lado direito do cérebro, que está ligado à emoção, sensibilidade, intuição e criatividade. “Já os homens usam mais o lado racional e, assim, um completa o outro”, explica o apresentador do programa The Love School - A Escola do Amor (www.iurdtv.com), bispo Adilson Silva.
Segundo ele, quando a parceira espera do companheiro afeto e carinho – situação que muitas vezes para o homem não é tão importante, por ele ser racional – e ele descobre isso de maneira que atenda realmente suas necessidades, todas as lacunas do relacionamneto são preenchidas. “Isso se torna uma qualidade, quando um sabe da diferença do outro e trabalha esses pontos a favor de si e não contra a relação”, completa a apresentadora Rosana Silva, esposa do bispo.
Ele ainda salienta que as mulheres têm suas características por questões naturais, e se o homem começar a estudá-las, aprender isso e usar o amor inteligente, vai conseguir se comunicar muito melhor com ela. Ele tem de entender o que ela precisa. De acordo com Rosana, além de aprender, há a necessidade de colocar tudo em prática. “E isso serve tanto para as mulheres como para os homens.”

Acerte e surpreenda
- Seja gentil. Se necessário, espere o momento certo para falar certas coisas, não aproveite o momento de fúria para dizer o que acha certo.
- Olhe nos olhos e não a interrompa, e peça o mesmo. Torne o momento civilizado.
- Aprenda a importância de ouvir e depois expor suas opiniões.
- Não arrume desculpas para justificar um erro, o importante é saber onde errou e mudar.
- Evite apenas criticar. Para cada recriminação, faça uma sugestão.
- Nenhum momento é propício para comparações, isso só faz com que a pessoa se sinta menosprezada.

Postar um comentário