Desafie suas finanças


Você ainda se lembra dos votos que fez na passagem de 2012 para 2013? Da sua listinha de desejos para o ano novo, o que realmente virou realidade? Sejam muitas ou poucas as suas realizações em 2013, já é hora de começar a planejar 2014. Vamos?

Quero propor um desafio para as endividadas e para as duras, que são aquelas que, mesmo sem dívidas, não sabem para onde vai o seu dinheiro e nunca têm um tostão! Como estamos iniciando hoje, este post será um pouco maior do que o normal, mas os próximos serão curtos e bem objetivos. Coragem! :)

Estar endividada porque comprou demais não é nada bom. Você se vê rodeada de coisas pelas quais não podia pagar, mas agora que pegou o costume, acha que não pode mais viver sem compras. O que fazer? Atender aos seus desejos de comprar – afinal você trabalha para isso – ou pagar pelo que já comprou, pois você tem um nome a zelar? A resposta parece óbvia, mas a prática não tem sido tão óbvia assim…
Por outro lado, trabalhar e não comprar nada por nunca ter dinheiro é frustrante. Entra mês e sai mês e você não tem nem sequer um sapato decente para calçar. Mas para onde vai o seu salário? O que você tem feito do dinheiro que leva 30 longos dias para ganhar? Essa de dizer que “o dinheiro sumiu” não cola, mas então, cadê ele?


As duas situações não são nada legais, então não precisa ficar avaliando qual delas é a “menos pior”. Nas duas situações não está havendo uma boa administração e, caso você não queira levar isso para 2014, a hora de começar a agir é agora. Não espere dezembro para se desesperar ou se arrepender por tudo o que não fez. É nessas horas que a decepção por nosso próprio comportamento nos faz agir emocionalmente e começamos a prometer o que não poderemos cumprir. Resultado: no final do ano seguinte estaremos, novamente, decepcionadas conosco. Quer coisa pior do que não poder confiar em si mesma?

Para obtermos resultados diferentes, precisamos agir de formas diferentes. Plantar banana esperando colher laranja está fora de questão. As laranjas não vão cair do céu enquanto sua bananeira cresce por conta própria. Transfira isso para a sua vida e entenda que ninguém vai fazer o que você tem que fazer. Nem Deus. Por mais que um pai queira ver seu filho saudável, não pode comer por ele, beber por ele ou dormir por ele. Há coisas que só você pode fazer, por exemplo, topar este desafio. Se você quer um 2014 diferente, se disponha a agir diferente.

Desafio #1 - seja organizada. Se você é bagunçada, sua vida será uma bagunça. Se você acorda atrasada, não tem ideia do que vai fazer durante o dia, sai de casa sem café da manhã,  não lembra o que seu superior ou cliente pediu e não sabe o que vai comer no almoço, que belo dia você terá!
Inclua, definitivamente, dois hábitos de organização na sua vida:
1.     Tenha uma agenda (e use-a)
2.     Faça listas de suas tarefas no trabalho, em casa, de supermercado etc.

AGENDA – Se você não tem uma agenda 2013, é uma boa hora para comprar. Nesta época elas estão por menos da metade do preço, pois já passamos da metade do ano. Vale a pena investir mesmo usando só por 5 meses. Se você não pode fazer esse investimento agora, pegue um caderno e use uma página para cada dia (já fiz isso, escrevendo as datas a caneta e funciona do mesmo jeito). Anote tudo o que você tem para fazer daqui até o final do ano, mesmo que sejam coisas que você já está acostumada a fazer. Anote, inclusive, aniversários de familiares e amigos a quem você costuma dar presentes (falaremos sobre isso mais adiante).

LISTA – você vai fazer uma lista especial que vai ser a base de todo o seu planejamento. Se você não tiver essa lista, não vai conseguir acompanhar os próximos desafios, pois não sou eu quem vai dizer o que você tem que fazer, mas sim, essa lista (só vou te dar as ideias gerais, mas suas ações serão baseadas na lista). Pode ser no computador, num pedaço de papel, na sua agenda, não importa, desde que seja um local que fique bem acessível. Vale até colar no espelho! As endividadas terão uma lista diferente das duras.

Endividadas: faça uma lista de tudo o que você tem e veja no que tem gastado mais: roupas, sapatos, presentes, bijuterias, maquiagem, comida, filhos etc. Faça aquela limpa no guarda-roupa, quarto, banheiro, sala e cozinha e anote cada coisa. Marque também os gastos com serviços, como manicure, cabeleireiro etc. Se souber os preços, melhor ainda: anote o item e o valor gasto. Guarde a lista para começar o Desafio #2.

Duras: faça uma lista de tudo o que você compra desde que sai de casa pela manhã. Transporte, café, almoço, jantar, manicure, cabeleireiro, filhos, família, supermercado, água, luz, gás etc. Se puder acrescentar os valores, melhor ainda. Tenha esta lista em mãos para a próxima semana, quando entraremos no Desafio #2.

Como comentei num post anterior, quando estamos numa situação de aperto é comum ficarmos sozinhas. Os amigos e até familiares “somem” diante de problemas financeiros. Por isso, mesmo não estando endividada ou dura, vou fazer o Desafio 2014 com você. Vamos juntas preparar 2014 para ser o melhor ano da nossa vida.



Postar um comentário