Falecimento do meu pai - Parte 2

Amados,
Quero compartilhar com vocês esta mensagem criada pela minha irmã Marcia logo após o falecimento do nosso pai, ocorrido este mês (out-2015).

ESCOLHA viver aqui na terra uma vida plena e abundante!

“Bom Dia !
Rm 6:2 "...como viveremos ainda no pecado, nós os que para ele morremos?"

Eu quero tornar viva hoje estas Palavras dentro de mim.

Meu pai partiu, e eu me lembro da história dele.

Foi um homem de coração muito duro, que fez várias escolhas que não fizeram muito bem a ele e aos que estavam a sua volta. Fumou e bebeu a vida inteira, maltratou muita gente e só conseguia ter atitudes que afastavam as pessoas dele. Eu me lembro que eu tinha 6 anos quando ele foi embora a primeira vez, chorei muito, porque não sabia entender porque ele tinha que ir. Ele fez uma escolha. Depois disso foram várias idas e vindas em que ele nunca dizia aonde estava para não ser incomodado.

Caminhei minha infância e adolescência assim, cheguei a juventude e o Senhor me levou a vários caminhos do plano que Ele (Deus) mesmo tinha para minha vida. A sua misericórdia me alcançou.

Mas eu tinha uma vontade, reencontrar meu pai, tive um sonho que me marcou, Deus me mostra as coisas em sonho muitas vezes. Sonhei que o encontrava dentro de uma igreja, mas eu o via pela televisao. Foi incrível, posso contar com mais detalhes depois.

O Senhor enviou uma pessoa lá do Rio para me procurar aqui, que depois de muita insistência me deu o endereço dele. Ele já havia formado nova família. No dia seguinte eu estava no Rio batendo na porta dele. E assim Deus me deu a oportunidade de contribuir para levá-lo a conhecer Jesus, e também a nova família dele, a Edite e meus dois irmãos. Na igreja batista, onde eu o vi no sonho.

Só que os planos de Deus continuaram e na caminhada tive a oportunidade de acompanhar o batismo dele na Igreja Renascer em Campo Grande (uma igreja que chegou no Rio primeiramente através dos meios de comunicação radio e TELEVISÃO (que sonho heim). Deus preparou tudo, eu sei, porque tinha um plano para ele, foram muitos anos de oração.

Mas ele não conseguiu permanecer.

E aí que eu quero chegar.

Como viveremos no pecado, nos os que para ele morremos?

Meu pai não permaneceu, ele fez uma escolha, e ao invés de morrer para o mundo, perdeu a autoridade contra o mundo e se deixou ser dominado. Continuou com o coração duro, o que o levou a ficar sozinho, debilitado, longe de Deus, até no final ele não aceitava ajuda, ficou na cama sem poder andar, sem comer, e que coisa, sem poder fumar e sem beber. 

Eu sei que Deus o alcançou, porque o Senhor falou comigo, mas não precisava ser pela dor.

Nós sempre temos uma escolha diante de nós. E a vontade de Deus é, escolha a vida para que vivas.

O Senhor nos criou para reinar, para dominar e não para ser dominado por nada.

Meu pai, foi sim alcançado, e confessou que aceitou a Jesus como seu Senhor, e está na Glória. Porque não depende do que somos, depende do que Deus trabalhou dentro dele até o último momento. Deus permanece Fiel e não pode negar-se a Si mesmo.

O que eu quero chamar a sua atenção hoje é, escolha viver aqui na terra uma vida plena e abundante, não se deixe dominar por nada. Deixe Deus dominar a sua vida, e te dar a plenitude de uma vida que somente pode viver se for governada pelo Senhor.
Deixa Deus ser o teu Deus.

"Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais as suas paixões; Nem ofereçais cada um os membros do seu corpo ao pecado, como instrumentos de iniqüidade; mas oferecei-vos a Deus, como ressurretos dentre os mortos, e os vossos membros, a Deus, como instrumentos de justiça.

Porque o pecado não terá domínio sobre vos; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça.” Rm 6:12 a 14
Se vc continuar lendo, vc vai ver que somos servos daquele que escolhemos servir.
Faça a escolha certa, deseje ser instrumento de justiça. Viva a plenitude do que Deus preparou para vc, do seu chamado, faça a escolha de Deus e não a sua.

MINHA CARTA DE GRATIDÃO:

Resultado de imagem para GRATIDAO

Quero deixar aqui registrado minha enorme gratidão e amor incondicional aos meus irmãos Rafael e Juliana, dois guerreiros de oração, que o Senhor levantou, que não desistiram, que foram fortes e valentes até o fim, depois de tudo que viveram e passaram, fizeram a escolha certa, escolheram servir, e Deus os honrou, fizeram o melhor para nosso pai, mesmo não tendo retribuição nenhuma, se entregaram para que ele tivesse uma nova chance.

E a minha querida Edite, uma mulher valente que criou seus filhos com este sentimento puro de Deus, de abençoarem sem medirem esforços.

Tudo isso, fruto de uma entrega. Deus os recompensará, com toda sorte de bênçãos e paz que só vem do pai das luzes, que não muda e nem tem sombra de variações. É Fiel!

Obrigada, eu amo vocês.
MARCIA MENI



Postar um comentário