VC & SUA IGREJA SE IMPORTAM COM MISSÕES ?

Como organizar um Conselho Missionário na Igreja

O QUE É UM CONSELHO MISSIONÁRIO?
O Conselho missionário é um grupo ou departamento da igreja, criado com o propósito de motivar e mobilizar a igreja para o cumprimento da grande comissão (Mt 28.18-20) e divulgação dos projetos missionários da Convenção. O Conselho Missionário deve ter um PROMOTOR DE MISSÕES. O promotor de missões deve ser uma pessoa que tem ardor no coração pela obra missionária e seja capaz de organizar grupos de oração para missões. Caso a igreja não tenha condições de criar um CONSELHO MISSIONÁRIO, o promotor de missões pode atuar dentro dos mesmos objetivos juntamente com seu pastor, até que consiga mobilizar um grupo maior, formando assim um conselho.

QUAIS OS OBJETIVOS DO CONSELHO MISSIONÁRIO? 

• Assessorar a liderança da igreja na área de missões para a promoção de campanhas, conferencias, congressos, simpósios, etc.

• Envolver a igreja no programa missionário denominacional
• Manter a igreja informada sobre o avanço da obra missionária na Cidade, Estado, Brasil e no Mundo
• Promover a intercessão missionária
• Mobilizar a igreja para que missões seja uma questão de vida diária de seus membros, e não só uma atividade semestral, incentivando os programas de adoção.

PASSOS PARA ORGANIZAR UM CONSELHO MISSIONÁRIO NA IGREJA 

• Orar e buscar a visão de Deus para a obra que se pretende desenvolver;

• Se você não é o pastor principal da igreja, compartilhe com o mesmo a idéia da formação do Conselho, pois ele é a pessoa-chave no processo;
• Detectar outros membros da igreja que tenham o mesmo pensamento e busque apoio da liderança da igreja
• Elaborar um anteprojeto para a criação do Conselho Missionário e oferecer cópias do documento ao pastor e à liderança, solicitando sugestões;
• Contatar com igrejas que possuam um Conselho Missionário para entender melhor a sua estrutura e funcionamento.
• Busque ajuda do Secretário de Missões da CIBI. Ele poderá ajudá-lo.

Considerações gerais 

• A igreja pode começar um Conselho Missionário com qualquer número de membros levando-se em conta o tamanho da igreja e o ministério de missões que pretende desenvolver. É importante que todos os seus componentes sejam membros ativos.

• O conselho de missões deve ter um líder, o qual estará encarregado da coleta de material e do contato direto com a Secretaria de Missões da CIBI. Este líder pode ser chamado de promotor de missões.
• O Conselho missionário pode apoiar a igreja local promovendo atividades evangelísticas e as missões locais
• Os membros do conselho missionário devem ver nisso um ministério especial

Introdução:
O agente da Missão é o Corpo de Cristo e o envolvimento da igreja surge a partir da oração, estudo e conscientização de seus membros e liderança. Toda a Igreja e a Igreja toda é que faz Missão.

O Conselho Missionário é responsável pela promoção da visão missionária como ação prioritária de uma igreja local. A nomeclatura “Conselho Missionário” é a mais comun, mas existem outras, tais como: Departamento Missionário, Secretaria de Missões, Ministério de Missões etc. O importante é que a Igreja esteja envolvida na missão e que cada membro seja um agente das ações de Deus para a salvação da pecador.

Definição: O Conselho Missionário é formado por um grupo de pessoas escolhidas pela igreja, segundo o governo local e que tem por objetivo desenvolver o trabalho de missões na igreja, motivando, educando e mobilizando toda a igreja para a tarefa da evangelização mundial.

Objetivos principais: 

• Coordenar o programa missionário da igreja local ;

• Ampliar a visão missionária da igreja com base nos ensinamentos bíblicos;
• Prover orientação de treinamento para os vocacionados;
• Receber, avaliar e encaminhar candidatos;
• Propor e receber projetos missionários para adoção;
• Desenvolver o processo de educação missiológica para a igreja;
• Promover cultos missionários, campanhas, simpósios, congressos e Conferências Missionárias e outras atividades similares;
• Manter a igreja informada sobre o trabalho missionário na cidade, no estado e no mundo;
• Promover o contato contínuo entre os missionários no campo e a igreja;
• Promover e envolver a igreja no programa missionário denominacional;
• Prover meios para atender as necessidades de férias ou tratamento de saúde aos missionários.
• Desenvolver projetos missionários que atendam às reais necessidades e possibilidades da igreja;
• Promover a intercessão missionária;
• Mobilizar a igreja para que viva missões os 365 dias do ano;
• Prestar conta de suas atividades à Igreja.
Como formar um Conselho Missionário:
Qualquer igreja local pode ter um Conselho Missionário. Organizar e mantê-lo funcionando é tarefa ao alcance de todas as igrejas, não importa o tamanho.

Alguns passos para formar o Conselho Missionário:
• Orar e buscar a visão de Deus para a obra que se pretende desenvolver;
• Compartilhar a idéia da criação do Conselho com a liderança da igreja;
• Descobrir membros da igreja que tenham o mesmo desejo;
• Elaborar um ante-projeto para a criação do Conselho;
• Contatar com igrejas que possuam um Conselho Missionário para entender melhor a sua estrutura e funcionamento.

Considerações Gerais:
A Igreja pode começar um Conselho Missionário com qualquer número de membros levando-se em conta o tamanho da igreja e o ministério de missões que pretende desenvolver. O tempo de mandato dos membros do Conselho será estabelecido conforme critérios adotados pela igreja. Os membros do Conselho Missionário devem reconhecer essa função como um ministério.

Composição Administrativa:
O Conselho Missionário será liderado pelo diretor ou líder que deve ser membro integrante da igreja. O Conselho será formado por membros da igreja, divididos em Comissões de trabalho, cujos líderes serão nomeados pelo Conselho ou Pastor da igreja e homologado pela Assembléia da Igreja.

O Pastor de Missões é indicado pelo Pastor da Igreja e reconhecido pelos membros como alguém que possui as evidências de I Tm 3. Ele tem a responsabilidade de coordenar as atividades ligadas ao DEMI.

Características Exigidas dos membros: 

• Ter convicção de sua salvação;

• Dar bom testemunho cristão;
• Possuir uma visão bíblica do mundo;
• Ser aberto à mudanças em todas as áreas do seu ministério e, se necessário, em sua própria vida;
• Deve ser flexível, que saiba transmitir bem a visão de Deus para a Igreja;
• Buscar diligentemente o preparo espiritual, através da oração e da leitura da Bíblia;
• Deve estar disposto a investir o tempo necessário para exercer a liderança do DEMI.
• Deve ser comprometido com a Igreja e obra Batista Nacional;
• Ter competência, visão, iniciativa, comprometimento, autoconfiança, liderança, fluência na palavra e organização.
O Conselho terá uma Diretoria assim composta: Presidente ou Diretor, Secretários, Tesoureiros e membros eleitos pela Igreja sob indicação do Conselho ou Assembléia da Igreja.

Atribuições dos membros da Diretoria

DO PRESIDENTE:
• Convocar e presidir as reuniões do Conselho;
• Assinar as atas juntamente com o secretário;
• Orientar o trabalho do departamento;
• Organizar e manter o Conselho;
• Elaborar com o tesoureiro o relatório financeiro mensal e anual;
• Prestar relatório de suas atividades à Igreja;
• Manter e assinar correspondências de sua área;
• Coordenar e supervisionar o trabalho de todas as Comissões.

DO DIRETOR:
• Dirigir e supervisionar todas as atividades do departamento;
• Promover os objetivos do departamento;
• Organizar e manter o Conselho;
• Elaborar com o tesoureiro o relatório financeiro mensal e anual;
• Prestar relatório de suas atividades à Igreja;
• Manter e assinar correspondências de sua área;
• Coordenar e supervisionar o trabalho de todas as Comissões.

DO SECRETÁRIO:
• Redigir as Atas das reuniões;
• Redigir textos e providenciar contatos para convocação de reuniões

DO TESOUREIRO:
• Preparar com a diretoria o orçamento anual;
• Receber, contabilizar e guardar as ofertas destinadas ao Conselho;
• Efetuar pagamentos autorizados;
• Apresentar relatórios mensais e anuais.

Comissões ou Assessorias do Conselho
Se a igreja começa a dar os primeiros passos na organização do Conselho Missionário, não há necessidade de nomear todas as comissões. A igreja pode ir aos poucos se estruturando para que tudo funcione a contento.
As sugestões aqui contidas podem e devem ser ajustadas à realidade da igreja local.

COMISSÃO DE INFORMAÇÃO E INTERCESSÃO:
Informar a Igreja as atividades dos missionários, e pedidos de oração. Interceder e louvar a Deus, incentivando o envolvimento entre os membros da Igreja e os missionários.

Atividades:
• Promover reuniões de oração e de jejum;
• Organizar boletim informativo do Conselho;
• Controlar e fazer o Momento missionário na EBD;
• Promover intercessão em favor da Obra Missionária;
• Promover e controlar o contato mútuo entre Agências, Juntas Missionárias e membros das Igreja;

COMISSÃO DE APOIO AO MISSIONÁRIO:
Objetivo: Cuidar de todos os detalhes da vida e da família do missionário para que haja condições de execução do ministério.
Atividades: Manter comunicação periódica e acompanhar os missionários no campo através de contatos, cartas, visitas, etc.

COMISSÃO DE FINANÇAS:
Objetivo: Fazer o planejamento e controle financeiro do Conselho na Obra Missionária.
Atividades:
• Fazer o orçamento anual;
• Definir e reajustar os convênios, bolsas e benefícios de cada seminarista e missionário;
• Fazer campanhas financeiras conforme necessidades especiais;
• Controlar o orçamento;
• Gerir o sustento missionário regional, Nacional e Internacional;
• Verificar as necessidades e administrar as despesas;
• de escritório (cartas, materiais de expediente, secretaria, móveis etc.);
• Manter e administrar despesas da biblioteca (livros, jornais, revistas etc);
• Suprir gastos com transporte;
• Suprir emergência dos missionários;
• Cuidar da reciclagem, atualização de obreiros, etc;
• Promover a Oferta Missionária de Fé.

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO MISSIONÁRIA DA IGREJA
Objetivo: Ajudar a Igreja a conhecer profundamente a implicação da Obra Missionária e da vida dos missionários.
Atividades:
• Curso de missões (prático, intensivo, por vídeo, etc)
• Simpósio Missionário;
• Classe de Escola Dominical “Introdução à Missão”
• Desenvolver e publicar materiais de educação missionária;
• Promover leitura de livros missionários;
• Promover um curso de treinamento de líderes;
• Promover projetos educacionais de Missão;
• Incentivar viagens de férias para que os crentes possam conhecer alguns campos missionários;
• Organizar a biblioteca e videoteca missionária.

Alvos e estratégias do Conselho Missionário.
a) Serão definidos anualmente e mensalmente através de reuniões, e se necessário, alterados e ou cancelados;
b) Mensalmente deverá haver um encontro de toda a equipe para oração e jejum para que reafirmemos diante do Senhor os alvos a serem atingidos.

Sobre os campos missionários em que a igreja investirá
Serão definidas as áreas – alvo que a igreja investirá seus esforços e as estratégias para se alcançar estas áreas.

Conferências Missionárias
O Conselho Missionário é responsável pelo planejamento, coordenação e promoção das Conferências missionárias.

Disposições Gerais
O Conselho Missionário criará e destituirá, sempre que necessário, tantas outras comissões ou assessorias quantas lhe convier, para a execução de suas atividades. Cada Comissão poderá Ter um ou mais membros da Igreja em sua supervisão, sendo este responsável pela mesma, diante da Diretoria.

Conclusão:
A Grande Comissão – tarefa inacabada. Temos nós o privilégio de participarmos nesta hora tão importante para a história da humanidade, de como Igreja do Senhor, movida pelo Espírito Santo, promover pela pregação do Evangelho a transformação de bilhões de pessoas não alcançadas por Jesus.

Missão é tarefa da Igreja. O Conselho Missionário deve existir para que através dele a Igreja seja bênção para todos os povos da terra.

A FONTE É O SITE DO PASTOR ALEX CORDEIRO, MISSIONÁRIO QUE TRABALHA NA IGREJA METODISTA WESLEYANA NA ARGENTINA. CONHEÇA MELHOR O TRABALHO DELE: http://alexcordeiro.webnode.com/


Postar um comentário