Regue sua fé



Regue sua fé


Emprego fixo, saúde para dar e vender, dinheiro no banco, contas pagas. Parece ser mais fácil ter fé assim. Fica simples abrir sorrisos largos, dar abraços apertados e sinceros e demonstrar muita alegria para quem puder e quiser ver.

 

E quando alguma coisa acontece? Perda do emprego, alguém fica doente, as contas saem do controle e não ficam mais em dia. Tudo isso leva embora o sorriso do rosto. Não vemos mais a pessoa tão feliz, ela mal cumprimenta os outros, abraçar então, é um ato que parece a cada dia mais escasso. O que houve?

“Porque, na esperança, fomos salvos. Ora, esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como o espera?” Romanos 8:24 

Há pessoas que colocam sua fé no dinheiro que recebem, no trabalho que possuem, no carro que podem comprar, no trabalho fixo. Valorizam tanto os bens materiais e palpáveis que esquecem que ter fé é crer no que não se vê. Esquecem que não dependem de nada disso, mas sim de Deus.

Aquilo que conseguem enxergar torna-se tão real e suficiente, que param de sonhar. Começam a ficar vazias de Deus, porque têm a sua fé baseada nas coisas que conseguem.

E Jó, o que faria?
A história de Jó é conhecida. Um homem com muitas posses que, de um dia para outro, perdeu tudo, e não só material, ele ficou também sem os filhos. Mas o que ele fez? Deixou de crer em Deus? Ficou desanimado porque não tinha mais nada? Não, ao contrário, ele continuou crendo.

 “Então, Jó se levantou, rasgou o seu manto, rapou a cabeça e lançou-se em terra e adorou; e disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o Senhor o deu e o Senhor o tomou; bendito seja o nome do Senhor! Em tudo isso Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.” Jó 1:20-22

Deus não é o culpado. Você é?
A primeira coisa que passa pela cabeça de alguém que vive alguma dificuldade é que Deus é o verdadeiro culpado de tudo: “Por que Ele permite que eu viva isso? Ele não sabe o que é melhor para mim?”

Claro que sabe. Mas lembra quando você tinha e não agradeceu por nada? Lembra quando desfrutava do melhor emprego e não dizimou? Lembra quando comprava tudo o que desejava e atribuía essa dádiva ao fato de você ser o melhor no que faz?

“Uns confiam em carros, outros, em cavalos; nós, porém, nos gloriaremos em o nome do Senhor, nosso Deus.” Salmos 20:7

Deus não precisa do seu dinheiro, mas Ele quer ver a sua fé. E onde anda a sua fé? Nas coisas que tem? Em quem você consegue ser?

Por isso, tenha sempre o coração grato, regue sua fé diariamente, alimentando-se da Palavra, buscando e entregando-se a cada dia mais a Ele. Lembre-se: Deus continua sendo Deus, mas você não se basta, precisa Dele para ter o melhor desta terra.

“Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.” Isaías 1:19


Postar um comentário