Preço x Valor

Valor é “a medida variável de importância que se atribui a um objeto ou serviço, que, embora condicione o seu preço monetário, frequentemente não lhe é idêntico”.

Tudo isso para dizer que preço e valor são coisas diferentes, mas às vezes se confundem.
O preço de um remédio é uma coisa. O valor da cura é outra.

O preço de uma garrafinha de água mineral é mais para pagar a garrafa, as taxas e os lucros da empresa do que a água em si. O valor da conveniência, de satisfazer a crença de que se está tomando uma água pura, e da sede saciada, é outra coisa.

E nem vou mencionar o preço e o valor da pipoca vendida nos cinemas. (Ok, mencionei.)

O problema está quando você confunde as duas coisas. Quem foca no preço normalmente perde o foco do valor. E muitos não agregam valor às suas vidas porque ficam regateando o preço.

Em minha experiência própria, por exemplo, já ouvi de pessoas que reclamam dos vinte e tal reais que custa o livro Casamento Blindado. Outras que criticam severamente o custo do curso Casamento Blindado, porque “deveria ser de graça”. São pessoas que aprenderam a focar no preço das coisas, não no valor delas. Por causa delas, já pensei várias vezes em anunciar o curso com o slogan “Mais barato que um divórcio!” — mas acho que nem assim elas iriam captar a mensagem.

As coisas normalmente têm um valor mais alto que o preço que custam. Quem foca no preço perde o foco do valor.

Às vezes você tem que esquecer o preço, pagá-lo, e pensar só no valor que aquele bem ou serviço lhe proporcionará.

Ainda bem que Deus não focou no preço quando quis nos salvar.


Postar um comentário