Qual a sua motivação no exercício do seu dom?


Um dia desses estava conversando com 2 irmãos da minha igreja quando um deles compartilhou uma rica experiência vivida com Deus há alguns anos. Ele relatou o quanto pra ele é importante valorizar o dom que se tem, muito além de simplesmente exercer uma função. Quando mais jovem ele se questionava quanto a sua motivação de tocar um instrumento musical. Nunca fez aula de música mas nitidamente percebemos que um dom para tal. Para tanto, sempre se preocupou em oferecer o melhor e desde então vem se aperfeiçoando em treinamentos e observação a pessoas mais experientes no assunto. Mesmo com isso uma pergunta nunca deixou de fazer: qual minha real motivação para tocar? A resposta é dada por ele mesmo: para que os meus louvores sejam realmente um instrumento de edificação, cura e libertação de vidas. Se não for para adorar a Deus o tocar passar a ter o propósito de ser apenas um entretenimento.
Abç.

Juliana.
Postar um comentário