O que vc pode fazer para a obra de Deus ?

Muitos se questionam quanto aos seus dons... desejam trabalhar na obra de Deus, admiram os irmãos que exercem alguma função ministerial (na Igreja e fora dela), mas quando param para se perguntar no que eles mesmos podem fazem para contribuir, não encontram resposta. Será porque Deus não os disse em que podem ser úteis, ou será que por não conhecerem a própria identidade, e assim não conseguirem identificar o que gostam, o que fazem com facilidade, etc?

Bom, todos nós temos talento para alguma coisa. Não existe ninguém na face da terra que seja tão ruim que não tenha algum talento ! rsrs Até pra ser ruim tem que ser bom na maldade ! (risos – só pra descontrair). Então... todos nós temos facilidade para alguma coisa, o que chamamos de talento: alguns têm talento para ministrar louvor, outros para tocar muito bem um instrumento musical, outros pregam muito bem, tem ainda os que conseguem evangelizar pessoalmente de uma maneira extraordinária, os que ensinam as crianças com muita criatividade, tem ainda outros que conseguem administrar a Igreja com muita sabedoria, os que possuem vários talentos, enfim, existem milhares de talentos. Não temos como citar todos. Deus fez cada um de nós com riqueza de detalhes nas nossas características, não só físicas, mas também de personalidade. Existem milhares de pessoas no mundo inteiro, mas NINGUÉM é 100% igual. Até mesmo gêmeos podem ser iguais fisicamente, mas cada um também tem suas características individuais. Da mesma maneira, Deus deu a cada um de nós talentos, qualidades que nos permitem realizar algo com facilidade, e que além disso gostamos de fazer. Esses talentos podem ser facilmente descobertos quanto paramos para refletir sobre quem nós somos, o que queremos, o que gostamos, etc. Bom, isso pra mim não é algo complicado, mas imagino que para alguns seja ! Mas então que tal usar estratégias para descobrir essas características? Fazer psicoterapia ajuda muito, mas para aqueles que não podem fazer, sugiro anotar em uma agenda ou caderninho as características que forem descobertas diariamente. Tenho certeza que quando você reler, vai ter uma grande surpresa e posso até dizer que vai se valorizar bem mais !

À medida que uma pessoa participa das atividades da sua Igreja, ela tem a possibilidade de observar a atuação de outros irmãos e de atuar como cooperador deles. Aos que não conseguem identificar suas habilidades com facilidade, essa é uma boa maneira de descobrir onde seria melhor aproveitado na obra de Deus. Nesse processo, alguns descobrirão que executam bem algumas atividades, e terão a confirmação de Deus, outras descobrirão que ainda nao é aquela área, enfim. Em alguns casos mesmo sem contribuir como citei, Deus vai direcionando, mostrando, confirmando, e a pessoa se sente insegura, incapaz e não entende porque foram chamados para tal área. Bom, Deus conhece o visível e o oculto, as nossas necessidades e dos outros, e sabe muito bem o motivo desse chamado para tal área. C

Não esotu querendo dizer que se descobrirmos por conta própria qual o nosso talento, Deus não precise nos direcionar em nossas funções, não é isso. Acontece que algumas vezes Deus nos permite passar por algumas etapas para conseguirmos entender vontade dEle para um chamado específico. Eu posso por exemplo ter 5 talentos e Deus de mandar priorizar apenas 2. Deu pra entender ? Deus tem que estar SEMPRE à frente de tudo em nossa vida ! Ele é Onisciente, Onipresente e Onipotente.

Eu por exemplo, sempre gostei muito de fazer a obra de Deus. Nunca gostei de exposição, mas na minha discrição sempre procurei fazer algo. Na minha adolescência eu não tinha cargo na igreja, mas eu gostava de participar de todas as atividades propostas. Eu gostava muito de participar das atividades e eram legais as oportunidades de criar laços de amizade com outras pessoas que tinham o mesmo objetivo. No início da minha juventude continuei no mesmo ritmo, passando a colaborar na secretaria do depto jovem. Com o tempo houve a necessidade de ser a secretária titulo do depto, até que fui eleita à secretária auxiliar geral da igreja, e então secretária titular. Nessa fase as atribuições ali eram muitas e intensas, visto que a igreja é grande. Infelizmente me afastei das atividades do depto jovem, e confesso que sofri muito com isso. Senti muita falta porque foram muitos anos de participação ativa em todas ou quase todas as atividades, reduzindo a nenhuma. Mas eu entendia com maturidade que era necessário que eu passasse por aquela fase. Minha busca com Deus passou a se restringir aos cultos e a minha comunhão pessoal (a sós). Fui amadurecendo espiritualmente e ministerialmente. Fiquei exercendo essa função por 4 anos, até que comecei a perceber que mesmo eu sendo útil ali, eu poderia contribuir muito mais na obra de Deus com outras qualidades que eu tinha, e que com certeza seria impossível realizar estando naquela função. Eu sentia pressa de estar disponível para a obra de Deus em outras áreas. Até então eu desejava contribuir mais, pois ali eu me achava limitada, e eu sempre orava. E Deus foi gerando alguns projetos lindos no meu coração, e que foram ganhando forma aos poucos. Hoje tenho muito claro na minha mente as formas que posso contribuir na obra de Deus. Deus tem me capacitado, aperfeiçoado.

Não adianta termos talento para executar se não colocamos Deus como construtor, realizador... Para que dê certo do início ao fim é necessário que Deus esteja no centro da nossa vida, e que estejamos disponíveis a ouvir e compreender a Sua voz. O Senhor nos dá o dom e discernimento necessários, que vai sendo aprimorado.

Uma palavra de reflexão eu quero deixar aos que possuem qualificações profissionais: você já parou para pensar se essa qualificação pode contribuir para a obra de Deus de alguma maneira? Será que a sua Igreja não precisa de um eletricista ou de alguém que entenda para ajudar em algum projeto ? Sua igreja tem 5.000 membros, você acha que seu pastor vai “adivinhar” que você tem essa qualificação e poderia ajudar? Contudo, se você for ativo às programações de sua Igreja, em algum momento voc~e vai encontrar as oportunidades para contribuir naquilo que você está capacitado. E isso será um sucesso somado ao que Deus pode fazer te capacitando...

Você é Nutricionista, Psicólogo, Pedagogo, Médico, Advogado, ou tem qualquer outra profissao? Que tal criar um ou mais projetos bem elaborados para apresentar seu Pastor / Líder? Apresente uma proposta de realizar uma palestra sobre um assunto interessante. Se não pode ser contínuo, não pode ser pelo menos 1 palestra por semestre ??? Você tem domínio em informática, ou quem sabe na língua portuguesa, não poderia dar uma aulas com dicas de itens super importantes ? Nossa formação não serve apenas para ganharmos dinheiro e investirmos no mercado de trabalho ! Todas as pessoas que estão nas Igrejas ou quaisquer religiões vivem em sociedade. Por que não contribuir para que nossos irmãos tenham acesso a algumas informações que podemos compartilhar? E se não sabe ou não gosta de dar palestra, ore e pense em outras atividades, mas faça ! Não deixe de colocar no altar do Senhor tais projetos, e aguardar a resposta dEle: Isso é imprescindível.

A paz do Senhor.
Ass: Juliana Meni

Nenhum comentário: