Cuidado com a Anemia




O que é anemia? 
RP - É a diminuição de hemoglobina (Hb), proteína que fica localizada dentro dos glóbulos vermelhos do sangue e que possui o ferro, responsável por levar oxigênio dos pulmões para os tecidos, no organismo. Essa patologia define-se como a concentração de hemoglobina abaixo de limites variáveis: 10mg/dl para as mulheres grávidas e para as crianças de seis meses aos cinco anos de idade; 11 a 12mg/dl para as mulheres fora do período de gestação; e de 12 a 13mg/dl para os homens. 

Quais são os sintomas? 
Os sintomas e sinais de anemia variam de acordo com a sua origem e idade do paciente e incluem: palidez; cansaço fácil; taquicardia; fraqueza; indisposição para as atividades rotineiras; dor e inchaço nas pernas; tonteira; vista escura; falta de ar e de apetite; urina escurecida (amarelo forte, avermelhada ou até amarronzada); dores pelo corpo; úlceras nas pernas ou nos tornozelos. Além disso, se houver alguma outra patologia associada, a pessoa poderá apresentar emagrecimento ou aumento do peso; inchaços; problemas renais, de fígado, gastrointestinais, da glândula tireoide; reumatismos; infecções; desnutrição; fraturas ósseas; traumas; hematomas, entre outros. 

Como é feito o diagnóstico? 
O diagnóstico da anemia pode ser feito por meio de exames laboratoriais (hemograma) e pela observação do quadro clínico geral do paciente (história clínica e exame físico).

O que causa a anemia? 
A principal causa de anemia, em países subdesenvolvidos, é a deficiência de ferro (anemia ferropriva), substância básica na formação da hemoglobina. O ferro vem da alimentação e é absorvido no intestino. Um adulto precisa de menos de quatro gramas em circulação pelo organismo e deve repor entre 10 e 15 mg por dia. A deficiência ocorre quando não há quantidade suficiente de ferro na alimentação, pela ausência de uma boa absorção pelos intestinos ou quando há perda anormal de sangue – em parasitoses intestinais, traumatismos, cirurgias, mulheres com menstruações hemorrágicas e adultos com tumor de estômago ou intestino e úlcera péptica – lesões localizadas internamente que causam a destruição da mucosa da parede desses órgãos, e que atinge os vasos sanguíneos. Outras causas comuns de anemia são: insuficiência renal, hipotiroidismo, alcoolismo, infecções crônicas ou recorrentes, entre outras. As anemias podem ocorrer também por deficiência de vitamina B12 e ácido fólico no organismo, serem provenientes da gravidez ou hereditárias. 

Quais complicações uma anemia pode causar no organismo humano? 
As anemias podem resultar na falência do coração e no comprometimento de diversos órgãos do corpo humano, devido à variedade de causas e manifestações, podendo até mesmo levar à morte, caso não seja tratada a tempo ou de maneira adequada. 

Quais os tipos mais comuns? 
As anemias mais comuns são causadas pela deficiência de ferro, substância que contribui para a proliferação de glóbulos no sangue, no organismo; por doenças crônicas e as hereditárias. 

Quais os tipos de anemias hereditárias? 
São variados. A anemia falciforme (drepanocitose) é mais comum entre as pessoas negras, originada por uma deficiência que causa mudança na forma dos glóbulos vermelhos. Eles passam a ser pontiagudos como uma foice ou banana. Esse tipo tem como sintomas a palidez, crescimento físico retardado, fortes dores nos membros e o aumento do baço até os cinco anos de idade. Há também a talassemia, bastante comum no Estado, devido à maciça imigração de italianos, que é gerada por uma deficiência caracterizada pela redução da hemoglobina que o corpo produz. O diagnóstico diferencial mais comum desta é com a anemia ferropriva. As menos comuns, entre as hereditárias, são a microesferocitose, que leva à destruição das hemácias e que é curada com a cirurgia de retirada do baço, e um outro tipo, causada pela deficiência em glucose-6 -fosfato desidrogenaseenzima (G6PD). 

Entre as hereditárias, qual é o tipo mais grave? 
Sem dúvida a anemia falciforme, pois ela acarreta várias complicações no organismo como, infecções, por conta da autodestruição do baço; insuficiência cardíaca; lesões em órgãos como fígado e rins; crises de dor; acidente vascular cerebral (AVC), dentre outras patologias 

Quais são os sintomas da anemia falciforme? 
Geralmente, as pessoas que possuem esse tipo de anemia apresentam urina escura, por causa da destruição das hemácias, fraqueza intensa, crises de dor e o desenvolvimento físico atrasado. Grande parte dos portadores dessa doença necessita de transfusões sanguíneas e internações hospitalares frequentes. 

Por que infecções como verminoses podem causar anemias? 
As verminoses intestinais podem causar anemias porque os parasitas perfuram, constantemente, o revestimento interno do intestino e de outros órgãos para se agarrar e/ou se alimentar de sangue, e quando mudam de lugar causam pequenas hemorragias. Para evitar o problema, as pessoas precisam tomar alguns cuidados: higienizar os alimentos antes de ingerir, lavando-os bem; lavar as mãos antes das refeições e depois de usar os sanitários; manter as unhas bem aparadas; consumir apenas água filtrada ou fervida; não levar os dedos à boca, entre outros. 

As mulheres grávidas ficam mais anêmicas? 
Durante o período de gestação pode ocorrer a pseudo-anemia, uma retenção maior de líquido e diluição da Hb na corrente sanguínea da gestante. Contudo, a quantidade total de hemoglobina não se modifica, o que faz dessa alteração algo considerado esperado e normal. No caso de Hb até 10,0mg/dl, a anemia não necessitará de tratamento. 

As mulheres que menstruam estão mais sujeitas à anemia? 
As mulheres que sofrem perdas menstruais excessivas ou prolongadas podem ter anemia por deficiência de ferro devido ao sangramento, pois o organismo lança mão das suas reservas, o que faz falta à produção da hemoglobina e, consequentemente, provoca anemia. Na menopausa esta relação poderá se inverter por conta das alterações hormonais próprias da idade. 

Como é feito o tratamento de anemia? 
O tratamento da anemia é variado, pois depende da causa. Ele vai desde detectar e remover fatores tóxicos, suprir os nutrientes faltantes com medicamentos, impedir a destruição das células vermelhas e, às vezes, restaurar o volume de sangue por meio de transfusões. É importante lembrar que muitas pessoas se automedicam com ferro e vitaminas o que, em grande parte das vezes, não cura a anemia, mas pode agravá-la. Essa perda de tempo com tratamentos equivocados significa perda das chances de cura. Fica o alerta.

Há formas de prevenção? 
Para se prevenir das anemias, as pessoas precisam ter hábitos saudáveis de vida como: consumir alimentos naturais com pouca gordura e açúcar, ricos em fibras, vitaminas e ferro (folhas verdes, leite, carne e feijão); evitar dietas que abolem esses alimentos; evitar uso abusivo de medicamentos e a automedicação; evitar uma grande exposição a produtos químicos ou radiação sem a devida proteção. Além disso, é importante fazer consultas médicas preventivas, incluindo a pré-concepcional, que visa a rastrear e identificar possíveis doenças hereditárias graves, como a anemia falciforme; entre outras medidas. 

No organismo: 
O que aumenta a absorção de ferro 
> Vitamina C (encontrada em frutas como laranja, limão e acerola) 

O que diminui a absorção de ferro 
> Chocolate, chá, café, fitatos (presentes na aveia), cálcio (presente no leite)
* * Esses alimentos podem ser consumidos moderadamente. Não é necessário aboli-los da alimentação. 



anemia_fontedefrro
Postar um comentário