Vida de intercessão

Padrão                  Uma coisa que me intriga nos dias de hoje é o fato das igrejas criarem alguns ministérios específicos dentro da igreja que são de responsabilidade de todos, um deles é a intercessão.
Porque ser um intercessor também é uma responsabilidade de todo cristão. O que acredito, na verdade, é que a criação desses ministérios transferiu a responsabilidade de toda a igreja para determinados grupos.
Então, eles nos sustentam em oração, serão cobrados e se algo der errado eles certamente sofrerão consequências. Enquanto isso, podemos viver uma vida regalada sem compromisso enquanto outros “pagam o preço” por nós.
Quero trazer quatro definições bíblicas de um intercessor hoje, para nos ajudar a dar uma imagem clara do que o Senhor espera de nós e o que precisamos fazer:
1- O intercessor relembra ao Senhor as promessas e compromissos que ainda não foram cumpridos. Não porque Deus se esqueça, mas porque isso nos prepara para a vitória. Porque o maior beneficiado com a intercessão é você.
“Coloquei sentinelas em seus muros, ó Jerusalém, jamais descansarão, dia e noite. Vocês que clamam pelo Senhor, não se entreguem ao repouso e não lhe concedam descanso até que ele estabeleça Jerusalém e faça dela o louvor da terra.” Isaías 62.6-7
2- Leva a causa de justiça em nome de outro diante de Deus. Um intercessor não é egoísta. Não busca seus interesses, mas se importa com o que acontece ao seu redor, em sua família, no seu trabalho, em sua cidade!
“Não se acha a verdade em parte alguma e quem evita do mal é vítima de saque. Olhou o Senhor e se indignou com a falta de justiça. Ele viu que não havia ninguém, admirou-se porque ninguém intercedeu.” Isaías 59:15-16ª
3- Constrói um muro de proteção contra as forças demoníacas do inimigo em tempos de batalha. Entende sua autoridade e coloca limites para os inimigos.
“Os teus profetas, ó Israel, são como raposas no deserto. Não subistes às brechas, nem fizestes muros para a casa de Israel, para que ela permaneça firme na peleja no dia do Senhor.” Ezequiel 13:4-5
4- Coloca-se na brecha entre o julgamento reto de Deus, que é devido, e a necessidade por misericórdia em nome do povo. São dois tipos de pessoa que Deus procura nas Escrituras: o adorador e o intercessor.
“Busquei entre eles um homem que levantasse o muro, e se pusesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse, mas a ninguém achei. Por isso derramarei sobre eles a minha indignação, e os consumirei com o fogo do meu furor, fazendo com que o seu caminho recaia sobre as suas cabeças, diz o Senhor Deus.” Ezequiel 22:30-31
O nome de Deus será lembrado em todo lugar que for levantado um altar. Através de seu louvor, adoração você faz isso, mas também através de sua intercessão. ORE MAIS, busque por mais intimidade com Deus.
No amor de Cristo, Paulinha.

Postar um comentário