Escolhas que mudam a vida

Resultado de imagem para escolhas certas

“Somos livres, e por isso, podemos fazer escolhas, mas é preciso saber que para cada escolha feita há uma consequência. Seja boa ou ruim. Vemos que Deus nos dá a possibilidade de vivermos uma vida próspera, colhendo aquilo que Ele reservou para a nossa vida.

Por isso, vale a pena escolher sempre andar pelos caminhos de Deus, seguindo os passos de Jesus no modo de ser, de viver e de relacionar com Deus e com o próximo. Viver deste modo é determinar nossas escolhas.

A Palavra de Deus é para todas as pessoas. Ela é dirigida à minha família, à minha casa, à igreja onde eu congrego, à minha cidade, ao meu Estado e ao meu país. O Brasil não é formado apenas pelas montanhas, rios, mares, florestas. Nele, há um povo que escreve a cada dia uma página de sua história. Há mais de quinhentos anos nossa gente constrói uma parte do nosso país. Mas tudo segundo a permissão de Deus, que sonha e tem planos para a nossa terra.
“Se dispuseres o coração e estenderes as mãos para Deus” (Jó 11.13). Note que esse texto trata de escolhas. E tudo em nossa vida está relacionado a escolhas. Quando elegemos políticos para o nosso país, os escolhemos para nos representar, e somos responsáveis por isso. Nossas escolhas podem trazer maldições, podem trazer vida, como podem trazer morte, podem nos fazer sorrir, como podem nos fazer chorar, determinam como vivemos, por isso, o Senhor começa dizendo: “Se dispuseres o coração e estenderes as mãos para Deus”. É uma escolha, tudo depende do nosso coração, que é como se fosse o centro da nossa vida. Essa referência não é apenas sobre o órgão do corpo humano, mas coração na Bíblia fala exatamente do nosso existir, da nossa história, do nosso presente, mas também do nosso futuro. Nosso coração precisa estar voltado para o Senhor, precisa estar alinhado com os valores do Senhor, precisa estar inteiro para o Senhor: “Filho meu, dá-me o teu coração”, pede o Senhor Deus. Note que Ele não pede uma perna, um braço ou um olho, e caso pedisse um, sobraria outro, pois temos dois membros de cada um desses citados, mas Ele pede o nosso coração, que é único, e também corrupto, malévolo, conforme registrado na Bíblia: “O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo?” (Jr 17.9).

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jr 17.9).

Apesar de termos um coração corrupto, podemos fazer a Deus um pedido por um novo coração, não no sentido natural, não se trata de realizar um transplante, mas é a escolha de viver segundo os valores de Cristo. Trata-se de uma mudança de vida, mudança no caráter. “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Sl 51.10).

E se fizermos um pedido genuinamente a Deus, a resposta dele é: “Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e, em troca, darei um coração de carne” (Ez 36.26).

Deus é bom e tem o melhor para nossa vida, sempre. O caminho do Senhor é de bênçãos, mas a vida é feita de escolhas, se escolhermos desobedecer, escolheremos a maldição, mas se obedecermos e tivermos o temor a Deus, Ele fará transbordar em nossas vidas bênçãos sem medida. O caminho da obediência traz a bênção, já o caminho da desobediência é como um ímã que atrai a maldição. Façamos escolhas sabiamente, buscando sempre orientação no Senhor, para que a nossa sorte e a do nosso país sejam mudados, e assim, vivenciemos a realidade deste Salmo:
“Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. Então a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua de júbilo; então entre as nações se dizia: Grandes coisas o Senhor tem feito por eles!” (Sl 126.1-2)."   
Pastor Márcio Valadão. 
Postar um comentário