PESCANDO DO LADO ERRADO DO BARCO


 “‘Vou pescar’”, disse-lhes Simão Pedro. E eles disseram: “Nós vamos com você”. Eles foram e entraram no barco, mas naquela noite não pegaram nada.” ( João 21.3)

Pedro não tinha muita certeza do que deveria fazer depois que Jesus ressuscitou dos mortos e provou, tanto para ele como para os outros discípulos, que estava vivo. Por essa razão, voltou a fazer o que fazia antes de conhecer Jesus: pescar. Os outros resolveram se juntar a ele, e pescaram a noite inteira sem pegar nem um peixe sequer.

João 21.4-5 diz: “Ao amanhecer, Jesus estava na praia, mas os discípulos não o reconheceram. Ele lhes perguntou: ‘Filhos, vocês têm algo para comer?’ Eles responderam que não”. Decisões baseadas nas nossas emoções geralmente nos deixam de mãos vazias. Em outras palavras, não dão resultados gratificantes.

A passagem continua no versículo 6: “Ele disse: ‘Lancem a rede do lado direito do barco e vocês encontrarão’. Eles a lançaram, e não conseguiam recolher a rede, tal era a quantidade de peixes”. É interessante vermos que Jesus não chamou os discípulos de homens, mas de filhos. Ele lhes perguntou se estavam conseguindo algo com o que tentavam fazer. Essa é uma pergunta que devemos nos fazer quando não temos frutos (ou peixes) para mostrar como resultado das nossas longas horas de trabalho.

Quando pescamos fora da vontade de Deus é como se estivéssemos pescando do lado errado do barco. Às vezes, lutamos, trabalhamos, e nos esforçamos e desgastamos tentando fazer com que algo grandioso aconteça. Tentamos mudar as coisas, ou nos mudar. Tentamos conseguir mais dinheiro. Tentamos nos curar, tentamos mudar nosso cônjuge ou até mesmo encontrar um. Mas podemos trabalhar incansavelmente e ainda assim não ter nada para mostrar como fruto desse trabalho. Você pegou alguma coisa ?Conseguiu algo além de ficar exausto? Se sua resposta for não, talvez você esteja pescando do lado errado do barco. Se ouvir a voz de Deus, Ele lhe dirá onde jogar a sua rede.  

Joyce Meyer


Postar um comentário