Como organizar: Freezer ou congelador

Descarte tudo o que estiver guardado há mais de um ano ou que você não souber identificar. Se isso estiver acontecendo, é porque já faz muito tempo que você comprou, então não vale a pena correr o risco de comer algo estragado.
Guarde alimentos similares juntos, setorizando o freezer. Assim, fica mais fácil identificar onde fica o quê. Você pode usar cestinhos de plástico para guardar carnes, frangos, peixes e frutos do mar, legumes e assim por diante.
Etiquete os potes e cestos para saber o que tem dentro. Se não souber a validade, coloque a data em que foram armazenados, pois assim você terá uma referência.
Procure separar as carnes em porções menores antes de guardar no congelador, para ficar mais fácil descongelar no futuro.
Deixe as compras mais recentes no fundo e as antigas mais para a frente. Isso evitará o uso de alimentos recentes e o vencimento dos mais velhos, o que levará ao descarte.
Nunca coloque nada em cima das forminhas de gelo, pois isso pode contaminar os cubos.
Separe os alimentos já preparados dos que ainda estão crus. Isso facilitará também a identificar no dia a dia e priorizar o que deve ser consumido.
Deixe sempre um espaço dentro do potinho, especialmente no caso de líquidos, pois eles dilatam ao serem congelados.
Retire o máximo de ar de dentro dos pacotinhos antes de congelar.
Deixe os alimentos mais usados na porta do freezer, como hambúrgueres, pães de queijo e temperos, para facilitar o manuseio.

Algumas dicas para conservação

Quando descongelar um alimento, deixe-o na geladeira. Nunca descongele em temperatura ambiente, a não ser que o consumo seja imediato.
Não recongele nenhum tipo de alimento, para não perder o sabor e as qualidades nutricionais. O alimento só poderá ser recongelado se deixar de ser cru e for cozido.

Validade dos alimentos

– Carne bovina sem gordura: 9 a 12 meses
– Carne bovina com gordura: 2 meses
– Frango: 12 meses
– Lula, camarão, lagosta, marisco, mexilhão e filé de peixe em posta: 3 meses
– Carne de porco fresca: 6 meses
– Linguiça e salsicha: 2 meses
– Bacon: 2 meses
– Presunto e tender: 4 meses
– Hambúrguer: 3 meses
– Aves: 3 meses
– Frutas: 8 a 12 meses
– Vegetais: 8 a 12 meses

O que não pode ser congelado

– Maionese: porque o óleo se separa dos demais ingredientes
– Gelatina pronta: cristaliza-se
– Folhas verdes e tomate crus: alteram as propriedades
– Batata e outros tubérculos (menos mandioca): perdem o sabor e a textura
– Ovos cozidos ou crus com casca: a gema fica granulada
– Vegetais que serão usados crus: desidratam e mudam a textura original
– Manjares e pudins à base de amido de milho: alteram as propriedades
– Carne salgada ou defumada: altera as propriedades
– Creme de leite, doces caramelizados, leite fresco, iogurte, picles, pudim de clara ou leite condensado e curau: alteram as propriedades
Fonte das duas últimas listas: G1
Eu mesma tenho dúvidas sempre que preciso congelar um alimento, então recorro a essas listinhas. Para mim, é muito prático congelar refeições prontas para usar no dia a dia, e conservação de alimentos como carnes é essencial. Espero que o post tenha tirado algumas dúvidas e sirva como referência para você organizar o seu freezer ou congelador.
FONTE:
Postar um comentário