Conselho para líderes

Queridos, a paz do Senhor !

A mensagem de hoje focará de uma forma especial aqueles que tem o chamado do Senhor para serem líderes, seja na obra ou na vida secular.

Muitas vezes quando estamos em posição de liderança nos esquecemos que apesar de termos sido chamados para estar a frente de tal compromisso, não conseguiremos bom êxito se não entendermos que sozinhos somos limitados. Pode até ser que consigamos bons resultados sozinhos, mas é bem provável que o cansaço mental e físico chegará mais rápido e nos impedirá de conquistar melhores resultados em quantidade, qualidade e longevidade. Quando entendemos que somos um corpo, as coisas funcionam de forma mais produtiva. Precisamos reconhecer que precisamos das idéias e críticas construtivas de outras pessoas para nos ajudar a crescer.

A Bíblia nos ensina isso em Êxodo 18.13-27. Moisés estava sozinho em posição de liderança ouvindo as questões de um povo. Com certeza ele não tinha condições de dar atenção a todas aquelas pessoas, por mais que ele quisesse, e o cansaço por conta da intensa dedicação o faria parar em algum momento. Até que seu sogro Jetro, observando-o questionou porque ele estava agindo daquela forma. Moisés respondeu e ouviu conselhos preciosos para o seu ministério:

- Trabalhar sozinho fará com que o cansaço esgote o líder rapidamente e também os liderados, deixando-os insatisfeitos;
- Escolha líderes servos de Deus, com perfil para a missão que executarão, dignos de confiança e honestos;
- Separe o povo em vários grupos com um líder onde este levará ao líder maior apenas os casos mais difíceis.

Seguindo estes conselhos o fardo de todos os líderes será leve, pois estará dividido. Além disso, o povo ficará mais satisfeito pois terá alguém mais de perto acompanhando-os. Sem contar que o líder maioral terá condições de ajudar seus subordinados de forma mais tranqüila e dedicada, coisa que antes não era possível tamanha carga de trabalho.

Que esta reflexão auxilie você que já é líder na igreja ou no meio secular, a rever sua forma de desenvolver sua missão. Também é uma boa orientação aos que estão iniciando sua caminhada como líder.

Um abraço.
Juliana Meni


Postar um comentário