Do lar? Eu ?

Resultado de imagem para Do lar? Eu ?

Você já se perguntou do por que temos uma casa? A sua casa é um lugar que representa o quê?  Em realidade o que uma casa representa? A casa é o nosso abrigo físico onde buscamos descanso depois de um dia cansativo. Onde queremos ter um lugar aconchegante para preparar a nossa refeição, relaxar, estar com a família, com as pessoas que moramos, entre outras atividades domésticas.

 Gostaria de fazer  uma pergunte à você; quando a pessoa limpou a casa qual a sensação? Aliás qual é a sua sensação? A minha é de sentar  beber meu café com a sensação de dever cumprido, pois a casa está limpa e cheirosa.  Agora você faz isso todos os dias? Mas se você parar para pensar que, numa casa com uma família grande, muito uso de todos os cômodos, muitas pessoas circulando, fazer isso causa exatamente o que não gostamos; stress, fadiga e sensação de você fazer e fazer e não vence terminar. Quer dizer, se quisermos ter a casa limpa e brilhando todos os dias, das duas uma: ou contratamos uma pessoa para fazer isso diariamente, ou nós fazemos só isso todos os dia. E não trabalhar fora.

 Se você tem condições de pagar uma pessoa para limpar sua casa, excelente! Sendo assim você não precisa ter problemas com a rotina de limpeza em casa, apenas fazer das mais simples tarefas lavar as louças e organizar outras  (em alguns casos, nem isso).  Se você não tem como pagar alguém, nem pode deixar o emprego, então precisamos encontrar expectativas mais realistas.

Por favor, tire essa cobrança da sua cabeça e esse peso gigantesco das suas costas. Eu não fico limpando minha casa todos os dias, como faço no meu dia livre pois trabalho. Para me ajudar em todo o processo, eu tenho as minhas listinhas de tudo o que eu preciso fazer diariamente, semanalmente etc.

Se eu não conseguir fazer todas as tarefas da minha lista, vou chorar? Mas é claro que não! A realidade é, tem dias em que eu chego em casa tarde, cansada, quando não tenho que ir ao supermercado. Não dá para fazer em um dia como esses o que eu faria em um dia livre. Mas aí eu vou equilibrando sendo organizada. Vou entrar  em um ponto muito pessoal, é o seguinte: hoje eu não sou fanática por limpeza. Já fui, mas não sou mais. Porque percebi que seria impossível ficar impecável todos os dias, nesta condição! Eu passei a me incomodar MUITO MENOS com a poeirinha ainda mais aqui, que eu nunca vi igual! E com essa neve imagina, vocês  não tem ideia de como fica as ruas, o carro depois de uma nevasca!  Simplesmente não dá! Aliás, por que temos essa mania de limpeza?
O ponto é: lavar a louça antes de dormir! É o melhor a ser feito? Sim! É altamente recomendável? Sim! É muito mais difícil lavar no dia seguinte? Sim! Eu deveria ir lavando conforme usei em vez de deixar acumular? Sim! Mas em realidade nosso dia a dia traz imprevistos e muitas vezes não conseguimos fazer o que é ideal, recomendável, melhor, ou até mesmo o satisfatório.

Desde que você não faça da exceção uma regra e deixe sua casa uma bagunça declarada. Existem tarefas que são muito mais importantes e que precisam ser feitas. Eu não posso deixar de cozinhar, por exemplo, mas durante eu posso ir organizando como: lavando as louças que fui usando durante a preparação, limpando o fogão enquanto a comida esta no fogo, e vou lavando, e em seguida vou secando, conforme a comida vai ficando pronta, eu já tiro da panela coloco nas travessas, já lavo as panelas…  Você consegue ir imaginando?
Também não posso deixar de lavar a roupa. Imagina, preciso ser auxiliadora do meu esposo, tenho que lavar e passar no mesmo dia. E para isso eu me “sacrifico”; não é que você tem que fazer assim, eu faço assim por que foi a maneira que encontrei para me ajudar! No meu dia livre, na noite anterior, eu lavo roupa e passo; e esse processo vai até madrugada, mas eu já acordo apenas para limpar a casa; mesmo sendo detalhista sou pratica na limpeza e me sobra tempo no final do dia para descansar um pouco.  Não fico perdendo tempo com a internet, ou telefone durante esse processo; há coisas que simplesmente precisamos fazer. E, quando eu digo que as suas listas de limpeza, especialmente as diárias, devem conter o mínimo essencial, é justamente por que não há necessidade  passar o tempo todo limpando. A ideia é fazer o mínimo possível e justamente para você conseguir se dedicar a outras coisas, nem que elas sejam simplesmente descansar e ler um livro.

Querida leitora, é importante sendo você uma pessoa que trabalha fora, ou estuda, ou faz as duas coisas, ter a lista de limpeza diária, sem ela você fica perdida, não sabe o que fazer e nem por onde começar! Se você não tem ideia de como fazer, aguente um pouco mais, no próximo post eu vou mostrar como criar a sua. 

Com carinho
RenataToledo

Postar um comentário