DIFICULDADE EM DIZER NAO

Dizer NÃO

Situações na quais as pessoas podem demonstrar dificuldade em dizer a palavra Não

- Comprar coisas que não quer porque não consegue falar "não"  para o vendedor.
- Não conseguir provar uma roupa e sair da loja sem comprar.
- Não devolver produtos adquiridos com defeitos.
- No cinema não é capaz de pedir para as pessoas respeitarem seu espaço, e engole aquele chato que fica batendo na sua cadeira ou falando alto.
- Amigos pedem coisas inadmissíveis, e para não perder o amigo, para não se indispor,  você acaba fazendo coisas ridículas como, por exemplo, ir à casa da ex deste amigo  pedir um disco de volta, coisa que você sabe que não devia fazer, que não quer fazer mas não consegue falar NÃO.
- Não recusar convites do chefe, de festinhas chatas, que você só vai para marcar presença, mas ele nem percebe que você esteve lá, e você não conseguiu dizer NÃO.
- Deixar que furem a fila na sua frente.
- Etc.

Dificuldade em falar NÃO até quando há prejuízos

É possível que estas pessoas  tenham dificuldade em assumir o que pensam. O medo de ser mal compreendido pode ser maior do que a necessidade em se defender. O medo de ser rejeitado pode pesar muito mais do que deveria. Medo de ser criticado, de não agradar. Alguns podem assumir compromissos com quem não tem  afinidade  por medo de ficar sozinho, ou de magoar os outros.

O medo maior pode ser o de ser vista pelo outro como sem graça, como desinteressante, talvez tenha necessidade de agradar.

Essas pessoas podem não estar percebendo que podem prejudicar a si mesmas, ou podem perceber o dano mas não sabem como mudar.

Dificuldade em dizer NÃO x  auto-estima

Quando você concorda com o outro “só da boca pra fora” você pode estar se magoando. Pode considerar que os outros são extremamente exigentes, críticos, e injustos, mas muitas vezes é a própria pessoa que é exigente consigo mesma, e não se permite um pouco de flexibilidade. Esse comportamento de dizer SIM quando quer dizer NÃO pode ser auto-proteção. A pessoa pode acreditar que está se defendendo de um mundo exigente, mas eu acredito que uma hora ela pode perceber que ninguém consegue agradar a todo mundo o tempo todo. É nessa hora que a pessoa pode precisar de apoio. Esse pode ser um bom momento para buscar orientação.  Perceba que os outros podem não ser agradáveis o tempo todo, e tudo bem, não precisa.

Você pode optar por ser afirmativo,  olhar nos olhos da outra pessoa e dizer “Não gostei do que você fez, por favor, não faça mais”. Eu acredito que isso não é o fim do mundo. Ao contrário, isso pode resolver muita coisa.

Falar ou ouvir a palavra “não” é saudável e natural. Ao perceber isso você pode ter mais disposição para cuidar de você mesmo. Essa compreensão pode colaborar com o processo de abandonar a meta impossível: de “ser perfeito”. Diga “sim” só quando você quer dizer “sim”.

Pelé, nosso “rei” deu um belo exemplo, disse que só conseguiu fazer mais de 1280 gols porque  se permitiu errar milhares de vezes.

Este texto foi escrito baseado nas experiências pessoais da psicóloga.
*O material deste site é informativo, não substitui a terapia  ou psicoterapia  oferecida por um psicólogo
Psicóloga   Marisa de Abreu - CRP 06/29493-5


Postar um comentário